domingo, 6 de novembro de 2016

Confira os temas mais cotados para a redação do Enem 2016

Após um primeiro dia debruçados sobre as questões de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias, os candidatos do 
Após um primeiro dia debruçados sobre as questões de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias, os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) se dedicam neste domingo (6) à tão temida redação – além das provas de linguagens, códigos e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias.
De acordo com professores e especialistas ouvidos pela reportagem do iG, temas como a crise política e a inclusão social são fortes candidatos a despontarem como proposta da redação.
Na opinião da professora Maria Custódio, do laboratório de redação do colégio Objetivo, a polarização política do País deve resultar em questões que abordam assuntos nacionais. “A inclusão dos portadores de necessidades especiais, o fenômeno da transição democrática e a sua relação com as redes sociais, o esporte como fator de inclusão social, o acesso à cultura e o consumo sustentável são algumas temáticas que merecem atenção”, aponta a professora.
A gerente de educação da rede Sesi no Paraná, Lilian Luitz, aponta como possível tema para a prova o surto de dengue que atingiu o País entre o fim do ano passado e o primeiro semestre de 2016. “O aluno deve estar muito antenado para aquilo que o mundo falou ao longo do ano, como questões do meio ambiente, da questão política e até a dengue”, sugere Lilian.
Fazer a redação agora ou depois?
O coordenador do Ensino Médio das unidades da rede Anglo, Waguinho Venceslau, sugere que a prova de redação seja feita aproximadamente após metade do tempo disponível para os alunos. “O ideal é que o aluno comece a prova lendo a proposta da redação. Ele vai ter tempo para elaborar um raciocínio e pode ser que apareça algum texto que tenha vínculo com o tema da redação durante a prova. Faça a redação após cerca de duas horas e meia”, sugere.
A opinião é compartilhada pela professora do laboratório de redação do colégio Objetivo. “Após identificar o temas, o aluno deve voltar para a resolução das questões enquanto pensa no desenvolvimento do texto. Com isso, ele economiza tempo”, explica.
Já a educadora Lilian Luitz considera mais adequado iniciar o segundo dia do exame já pela redação. “Melhor fazer o rascunho e já passar a limpo no início da prova”, diz.
Diferentemente do que ocorreu no primeiro dia de Enem, os alunos terão neste domingo (6) o tempo máximo de 5 horas e 30 minutos para concluir a prova – uma hora a mais que no sábado.

CLICK NA SETA AO LADO E VEJA AS POSTAGENS ANTERIORES

© Zona Fashion
Maira Gall