A campanha de Cabo Daciolo entrará com ação na Justiça para tentar garantir a participação dele no debate presidencial da Globo, em 4 de outubro –o último antes do primeiro turno.
A equipe do candidato do Patriota, informa a Folha, disse ter sido surpreendida com a informação de que, conforme as regras estabelecidas pelo TSE, ele não está apto a participar do encontro.
Pela planilha da corte eleitoral, o partido de Daciolo tem quatro parlamentares –devido a uma resolução, o tribunal desconta um que migrou para o Patriota na janela partidária.
O Antagonista