Em ato intitulado “Marcha da família com Bolsonaro” na manhã deste domingo, em Recife, militantes cantaram música que compara feministas a “cadelas”.
Num carro de som, apoiadores do presidenciável convidam o público a entoar um funk cuja letra, entre outros ataques e expressões preconceituosas contra as mulheres, afirma que “as ‘mina’ de direita são as top mais bela, enquanto as de esquerda têm mais pelos que as cadelas”.
Noutro trecho, a peça musical fala que, “pra CUT, (vai ter) banco mortadela e pras feministas, ração na tigela”.
O funk também investe contra dois alvos frequentes de Bolsonaro na Câmara dos Deputados: os parlamentares Jean Wyllys e Maria do Rosário.
Sobre o deputado do Psol, a canção destaca que “Bolsonaro casou com a Cinderela enquanto o Jean Wyllys só tava vendo novela”.
A deputada comunista, por outro lado, é atacada por “não saber lavar panela”.
Internado após sofrer agressão a faca no dia 6/9, Jair Bolsonaro (PSL) lidera as intenções de voto na capital pernambucana.
De acordo com a rodada mais recente do Datafolha, divulgada na última quinta-feira, o capitão da reserva tem 23% da preferência do eleitorado na cidade, contra 17% de Fernando Haddad (PT) e 12% de Marina Silva (Rede).
Quando considerado todo o estado de Pernambuco, no entanto, Haddad passa à liderança, saltando para 24%.
Bolsonaro vem logo depois, com 17%, à frente de Ciro Gomes (PDT), que aparece com 13%, e Marina, com 9%.
No Nordeste, o petista também figura na dianteira na corrida presidencial, com 26%, contra 17% de Bolsonaro e Ciro e 9% de Marina.