Temer diz no Datena que não tem mágoa com Meirelles e que Bolsonaro é fenômeno real

O presidente Michel Temer concedeu entrevista ao apresentador José Luiz Datena veiculada em seu programa "Agora É Domingo" na TV Bandeirantes na tarde deste domingo (2), e afirmou que o crescimento da candidatura presidencial do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) é um fenômeno real. Ele disse também que não está chateado com seu ex-ministro da Fazenda e candidato ao Palácio do Planalto, Henrique Meirelles (MDB), por "escondê-lo" durante a campanha eleitoral.
"Eu não fico não, viu", respondeu ao apresentador ao ser questionado se estava chateado com Meirelles. "Quem está na vida pública tem que ficar um pouco acima dos acontecimentos. Chega nesse período eleitoral, como a imprensa bateu muito em mim ultimamente, ele diz não 'vou falar no Temer'", avaliou o presidente. ". E ele tem falado muito do meu governo, confunde um pouco porque ele menciona a participação dele no governo do Lula [Meirelles foi presidente do Banco Central durante o governo do petista], mas também fala do seu trabalho no meu governo."
No programa eleitoral na TV, Meirelles "mistura" sua participação nos governos dos dois presidentes, com o argumento de campanha de que seja de um espectro ideológico ou de outro, quando precisa resolver o presidente "chama o Meirelles".
Sobre Bolsonaro, apesar de afirmar que trata-se de um "fenômeno real", Temer diz acreditar que o quadro eleitoral ainda está muito indefinido. "A meu ver, as pesquisas [de intenção de voto] vão ter significado a partir do dia 15 ou 20 de setembro, com o quadro mais cristalizado".